17 de jun de 2009

Eu escrevo

Quando escrevo penso mais
Torno-me melhor.
As pessoas entendem
o que escrevo,
Não compreendem
o que eu falo
Sabem nada do que sou
Assim, assimilo
um pouco do viver,
um tanto do querer,
meu naco de solidão...

Nenhum comentário: