16 de out de 2009

EM FRENTE

Então foi um tremendo sucesso. Um sucesso que não deu pra curtir. Eu acho que não sei exatamente o que estou fazendo quando me lanço nas coisas impensáveis. Uma única pessoa tocando uma produção cheia de gente, num teatro daquele tamanho. Eu confio no destino, entrego minha vida nas mãos do destino e o que diz respeito a trabalhar, eu caio dentro, não penso, não vacilo, vou ter toda uma eternidade pra descansar, já fiz tanta coisa que não gostava, porque querer folga agora quando faço o que amo?
A diferença começa a existir enquanto os outros dormem eu trabalho. Enquanto os outros passeiam e só penso... Mas teve gente que dormiu e acordou a tempo de subir ao palco e tentar tirar uma casquinha. Fiquei triste, deprimida e chateada. Fico pensando, como um ser humano pode ser tão cara de pau... E como eu pude ser tão ingenua d acreditar Enfim já foi.Fcou a festa, a semente e experiência. Na hora certa as pessoas certs se mobilizam e as erradas também.Mas há sempre alguma coisa que podemos fazer e a coisa mais certa que faço é seguir em frente.

Nenhum comentário: