24 de out de 2009

= A LUTA =

Você está dormindo.
Seus sonhos não habito.
Hoje não fui te buscar.
Deixei seu espírito em paz.
Morro nessa guerra surda, suja
De não te encontrar nunca,
do jeito que é preciso.
Prisioneiro de delírios,
Te vejo amordaçada,
Sem que eu nada possa fazer.
Exilada de corpo, tenho às mãos
a luta desarmada do querer,
E isto é pouco, muito pouco.

24/11/1994
Carlos Paez

Nenhum comentário: