9 de mai de 2009

A Despedida

Não perguntei o porque.
Talvez porque quis muito isso...
Fiquei feliz e aliviada.
Ademais, coisas que vi ,
deixaram-me triste
então fechei a porta e parti pra um ciclo novo.

Parte II

Procuro fazer sempre o melhor.
Não olho pra tras.
Não cultuo arrependimentos.
Se pudesse voltar no tempo,
não voltava, não.
Já gostei de farra,
hoje gosto de festa.
Não tenho medo de morrer,
Pero não debocho da morte
e dela tento manter a distância.
Nunca entendi pra que se vive,
deduzo que seja pra viver.
A felicidade nos chega quando estamos desprevinidos,
Se a premeditaRmos ela se torna frustração.
Fujo de expectativas mas elas me perseguem.
Sou ansiosa e ligeiramente geniosa.
Gosto de desafios e não basta superá-los,
tem que ter larga margem de sucesso, tem que ser com folga.
Me comove a doença,
me angustia a indigência
Dói-me a mendicância.
A ganância me estressa.
A pior burrice é a dos que pensam que sabem,
a maior arrogância é dos que pensam que decidem.
Admiro a disciplina e ela passa longe de mim.
Sou persistentente e levemente implicante.
Finjo que acredito naqueles que se acham.
Queria ser como eles.
Vou vender o semancol que me sobra,quem sabe?
Mantenho distância do poder,
dos poderosos, principalmente
dos que pensam que são.
E por saber que nem todos os dias são de sol,
aprendi a gostar da chuva.
Não participo do que não concordo.
A concessão é o princípio da decadência, da indecência!
Sou radical, mas não intolerante
Não sou burra nem mal intencionada,
é fato que cago e ando para um monte de coisas, somente.
Tenho poucos pertences,
dentre eles um travesseiro
e uma cabeça muito leve
quando pousa nele.
Gosto de animais,
tenho paixão pelo mar,
amo cheiro de mato
Não moraria no campo.
Não gosto de excessos,
Mas amo ainda o Cazuza
Coisas saudáveis demais me irritam.
Não faço ginástica por questão filosófica,
não bebo demais por razões fisiológicas,
não como cenoura porque não dá pra fazer churrasco...
Sou pessoa de poucas saudades. Algumas dúvidas e grandes certezas.
Consegui tudo o que queria,
só me falta a mega sena acumulada.
Invisto naquilo que o dinheiro não pode comprar.
Eminências pardas deveriam ser pintadas de vermelho ou por que não de azul?
Capachos, somente para limpar os pés, com inscrição "welcome"
Não discuto futebol.
Tenhoi dúvidas se alguns fins, justificam os meios e que talvez não valham as laterais
Tímida e exigente, faço tipo cuca-fresca mas sou tensa e impaciente.
Sou pisciana, chatinha e perfeccionista.
Intermitente, intercalo muitas palavras com longos silêncios.

5 comentários:

imperador disse...

SEUS COMENTÁRIO TÊM MUITO A VER COMIGO.NÃO SEI SE SOU PISCIANO,NEM SEI SE ACREDITO NISTO.O CERTO É QUE É BOM "LÊ-LA".UM BEIJO DO IMPERADOR,AQUI SEU SÚDITO

Sara disse...

isto é uma descrição tua?
de qualquer das formas é lindo, amei! é objectivo, mas profundo.

imperador disse...

queria sempre conversar com você.um beijo do imperador

imperador33@yahoo.com.br

Rozzi Brasil disse...

Oi, Sara!
Sim é uma descrição minha. Ela ficou durante o mes de abril no meu perfil do orkut. Normalmente, troco todo mes e, ao retirar de lá transcrevo para cá...
Eu agradeço muito o elogio, fico muito feliz que tenha gostado e gostaria que vc visse o meu blog de crônicas pra gente "conversar" mais.
Bj grande!Amei a visita!

Rozzi Brasil disse...

Queridissimo Imperador,
Só pra constar: Respondi no seu blog.
Abraço