17 de out de 2009

(A Vida não é só feita de Vida)


Somos cheios de movimentos por dentro,
internos, interinos, constantes.
A gente não pára.
Coração, fígado,glândulas,
tudo mexendo,batendo
unhas, líquidos,cabelos,
Crescendo o tempo todo
Nos mantendo vivos e nos envelhecendo.
Funcionam à exaustão até nos levarem à falência
múltipla ou única, sempre de órgãos,
em verdade morremos porque algo deixou de funcionar.
Os órgãos, o organismo, a mente, a intuição, o reflexo...
Na verdade morremos de tanto que vivemos
Ou morremos porque vivemos...

Nenhum comentário: