30 de nov de 2008

Olhando Fotos

Olho, eu mesma, minhas próprias fotos...
Coisa que nunca fui chegada a fazer.
Nunca me achei bela, não faço o meu tipo...
Sempre tive olhos para outras características...
Deve estar fazendo uns 2 anos que na festa da empresa onde trabalhava, um amigo oculto, que na verdade era amiga, entregou-me o presente dizendo:
"Meu amigo oculto é a pessoa com mais caráter que eu conheço"
Pasmei: o dito cujo amigo era eu, que não tinha muita proximidade com quem me presenteava. Foi o maior elogio que recebi em toda a minha vida!
Então que a beleza que eu buscava podia sim, ser vista por aqueles menos próximos...
E todo mundo sabe que ambiente de trabalho é pedreira!
Dois anos e muita coisa depois... Vejo minhas fotos e até que me achei beautiful. Hoje acho que tenho cara do que sou.
Não curto maquiagem embora ache lindo mulher maquiada.
Só uso salto se for sair com alguma amiga muito mais alta (homens altos não me incomodam).
Minha pele virou jeans e algodão, óculos escuros já se impregnaram na minha retina e preciso ter algo na cabeça além de cabelos e idéias...

Olho as fotos e penso sobre este final de ano...
Sempre tanta expectativa e quase sempre acaba tão igual...
Nossa vida é grande mas ainda não aprendemos a olhar que são as pequenas coisas que fazem a diferença para o bem ou para o mal...
O sol que nasce todo dia já é tão banal que não pensamos mais nele, a não ser quando é findi e chove...
Porque a gente se importa o tempo todo com o que não temos ou que perdemos?
Se déssemos importância, jamais perderíamos, pois o valorizado, o amado, aprendido apreendido existe para sempre...
13/12/2006

2 comentários:

Sara disse...

É bom quando as pessoas se sentem bonitas, auto estima não faz mal nehum, se não for em demasia é claro.
Mas acho que uma coisa muito boa é olhar-me ao espelho de manhã e não me achar feia, ou pelo menos um monstro.

Rozzi Brasil disse...

vc é engraçada! Acho que os "monstros" não se acham monstros, pela manhã...rsrsrsrs