26 de fev de 2012

Classificação do Grupo Especial 2012 Rio de Janeiro:


Grupo Especial é o grupo dito de elite das escolas de samba do Rio de Janeiro, isto para efeito de posicionamento dos turistas e foliões, porque quem é do samba sabe que o samba é uma elite por si só. 
  • São 12 escolas e o desfile é dividido em 2 dias, no domingo e na segunda-feira do carnaval. A a ordem de apresentação é designada por sorteio, com duas exceções: A Escola que subiu no ano anterior do Grupo de Acesso A, abre o desfile de domingo e última classificada (que obteve menos pontos no último concurso) abre o desfile da segunda-feira.
  • Neste ano de 2012, foram 13 escolas a desfilar, isto porque devido ao incêndio ocorrido nos barracões da Cidade do Samba bem perto do carnaval do ano passado, foi decidido que nenhuma escola desceria para o Grupo de Acesso A e apenas uma subiria para o Grupo Especial. Quem subiu no Carnaval 2011 foi a Renascer de Jacarepaguá e quem obteve menos pontos foi a São Clemente.
Classificação final do Grupo Especial:
1 – Unidos da Tijuca
2 – Salgueiro
3 – Vila Isabel
4 – Beija-Flor
5 – Grande Rio
6 – Portela
7 – Mangueira
8 – União da Ilha
9 – Mocidade
10 - Imperatriz
11 – São Clemente
  • 12 – Porto da Pedra
  • 13 – Renascer de Jacarepaguá
    Essas  duas  últimas escola desfilaram no Grupo de Acesso A em 2013
Blá Blá Blá de Samba
A Cidade do Samba é um complexo de barracões (galpões), com uma estrutura bem bacana, onde as escolas de samba do Grupo Especial constroem seu carnaval. Também tem arena  para shows que aconntecem durante o ano todo. Construção nova, oferece conforto para o trabalho das equipes de profissionais do carnaval, fica mais próximo ao sambódromo carioca que os antigos barracões para os quais o nome barracão era realmente mais apropriado no sentido literal da palavra.Quando uma escola desce para o grupo de Acesso A, ela precisa deixar este local para a escola que subiu, isso faz com que manter-se no grupo especial seja fundamental para o desfile do ano seguinte.Blá-blá de samba (só meu pitaco) :
  • Fiquei triste com a queda da renascer de Jacarepaguá para o Grupo de Acesso, por mim duas outras escolas mereciam mais este desprivilégio, mas também acho que não é nenhum drama, eu disse que mereciam mais, o que significa que disse  Renascer mereceria menos e não disse que não merecesse.
  • Não é segredo pra ninguém (até porque, quem se importaria?) que quando o Império Serrano não está no Grupo Especial minha torcida vai para a Portela e Salgueiro, ainda que esteja consciente que ultimamente a Portela não tenha apresentado desfile para o 1º lugar (daí o Salgueiro).  Uma coisa é gostar, e querer a outra é ter olhos para ver o desfile com fleuma...
  • Eu tenho escolas que me são extremamente queridas, não tenho grande antipatia por nenhuma, eu gosto de samba, gosto da vida com a galera do samba. Também não carrego preconceito, embora muitos digam que não, eu acho que rola um olhinho virado para as co-irmãs de outros municípios...
  • A Portela, este ano "vei que veio, véio! Mas comparativamente, para primeiro lugar,  tinha o espírito + garra + samba-enredo,  na parte material faltou umas coisinhas, né?
  • Outro ponto de blá-blá-blá foi a super-paradona  da super-campeã Mangueira...              Gosto da Mangueira,  porque gosto de samba. Gosto de Cartola, Cavaquinho, amo Beth Carvalho e gosto dos tons verde e rosa, embora não goste da cor verde...  Mas aí, se sou jurado, não acrescentaria nem uma fração de décimo por este recurso da paradona do Ivo Meirelles, por uma razão muito simples, se está definido que a bateria é a sustentação da escola, privar a escola dessa sustentação por tanto tempo, no meu tosco modo de ver,   equivale ao  retirar-se  as muletas de um deficiente físico pelo mesmo período de tempo. Claro,  que ao se manter de pé sem as muletas o aclamariam, mas o ato não deixaria de ser uma temeridade.
  • Criticam tanto o Paulo Barros por suas inovações... "samba não é teatro"...  E bateria toca,  bate, não é silêncio. Mestre André com a "paradinha" nos áureos tempos da Mocidade inovou e todo mundo achou bacana, já vios verdadeiras disputas entre as escolas nessas inserções (novidades) rítmicas - paradinha do funk etc e tal...  Qual é a diferença?
  • Em termos de rítmo o samba-enredo vem mudando tanto ou mais aceleradamente. Os versos diminuíram, os temas por algumas que$tões mudaram. Iih, e como mudaram! Coitado do Paulo Barros! Aliás, coitado, não, bem feito! Quem manda ser genial? Ou menos, ter esse bicho carpinteiro da novidade e da inovação? Às vezes me passa pela cabeça que ele é maior que a escola, no sentido que muita, muita gente quer ver o que ele vai trazer e não necessariamente a escola a desfilar... Quando ele se transferiu de agremiação todo mundo queria ver o que iria resultar e muita, muita gente boa torcia pra ele inventar algo que desse errado. Muitos continuam pensando assim até hoje que bom que estão errados ao torcer contra um talento.
  • Voltando à azul e branco de Madureira, quem faou muito bem foi a Eliane Faria, filha do Paulinho da Viola, nascida criada, respirada no samba ela postou no FB um pensamento muito parecido com o meu. Daí, transcrevo aqui:
" Tenho lido alguns comentários sobre a Portela e tenho pensado muito no assunto "concorrer". Vim no carro da Velha Guarda da Portela, pois já fiz vários shows com ela, já representei a Portela até na Dinamarca. Coisa que não interessa a imprensa. As pessoas têm que saber que Velha Guarda não é só a Show e sim todos que estão há mais 30 anos na Escola e por isso o carro vem com muita gente.
 Penso o quanto temos que amadurecer, evoluir e se atualizar diante do momento em que as outras Escolas evoluíram. Viemos bem, mas não para ganhar e sim para competir entre as seis. Isso foi cumprido. Mas temos que admitir que melhoramos muito e falta ainda muito para chegar lá. Já conquistamos ter um samba muito bom, melhoramos no acabamento, mas nenhum carnavalesco pode fazer mais do que se é mandado. Conheço o trabalho de Paulo Menezes e sei que colocou o máximo do que tinha em mãos.
 Na vida temos que aprender com os erros, se não o que mudará será para pior. Tenho certeza que iremos em 2013 vir para competir o 1° lugar.Sábado virei novamente no carro e feliz, cantando o melhor samba de 2012 e com samba no pé, coisa que pouco vemos na maioria das Escolas".   Eliane Faria -  https://www.facebook.com/eliane.faria1

Nenhum comentário: